O que os médicos esqueceram dentro desta paciente após parto é revoltante

O que os médicos esqueceram dentro desta paciente após parto é revoltante

O caso revoltou as mulheres grávidas, próximas a Thilana.

O que os médicos esqueceram dentro desta paciente após parto é revoltante
O caso revoltou as mulheres grávidas, próximas a Thilana.
Mundo

Chris Wachtel Publicou - qua 10, outubro de 2018 às 23h10

Por Chris Wachtel qua 10, outubro de 2018 - 23h10
Mundo
O que os médicos esqueceram dentro desta paciente após parto é revoltante

Estar grávida já nos remete a um monte de preocupações: roupas para a criança, próximos anos da criança, quarto ou móveis, volta ao trabalho (se houver), como será a sua vida com a presença daquela nova criaturinha? Pois é, ainda tem os questionamentos que dizem respeito ao grande dia...optar por parto normal ou cesárea.

A primeira opção envolve várias preocupações, mas talvez não mais que a segunda que trata-se de uma cirurgia e pode haver algumas complicações durante a sua feitura. E sobre isso que falaremos no artigo que envolve uma mãe que não foi feliz mesmo com a opção que parecia mais simple: parto normal.

Loading...

A dona de casa de São Gonçalo, Thilana Santos da Silva, no Rio de Janeiro, teve o pequeno Arhur Santos Malafaia da Silva no dia 14 de setembro. Ela foi atendida na Maternidade Municipal Mário Niajar por volta das 9 horas, mas somente conseguiu às 19h depois do auxílio do soro, aumentar a dilatação.

Porém, somente 4 horas depois ela foi encaminhada pela sala de parto e o filho nasceu próximo à meia-noite de parto normal. Depois de muito cansaço, Thilana estava tomando pontos cirúrgicos, mas de repente ela foi encaminhada para a sala de cirurgia.

Thilana teve duas paradas cardíacas e depois ela ficou sabendo que também sofreu uma hemorragia. Em termos mais técnicos, ela teve uma laceração vaginal e de períneo e precisou de uma hemotransfusão e o médico precisou deixar um tampão vaginal para estancar o sangramento.

A mulher passou 15 dias no hospital, pois o seu Arthur teve infecção urinária. Thilana reclamou que passou fome durante o tempo em que ficou lá e que somente sua irmã conseguiu agilizar algo para ela. Além disso, apesar de estar com muita dor, somente tomou medicamentos por 3 dias e avisaram que ela estava de alta.

Mas o pior ainda estava por vir. Somente após 20 dias da sua cirurgia que a mulher, durante uma consulta no hospital onde havia dado a luz, que foi informada que um tampão e fazes, que estavam podres, haviam sido deixados em seu útero. Thilana afirmou que vinha sentindo muita dor, mas achou que o motivo seriam os pontos e o pós-cirúrgico.

Porém, durante a consulta o médico acabou puxando o que havia lá dentro e ela sentiu muita dor. Segundo ela, o médico tentou esconder o que havia encontrado, mas sua mãe estava presente na consulta e não deixou o momento passar em branco.

Loading...