Médico diz que o bebê não resistiu no parto, mas depois, a mãe percebe o erro fatal da enfermeira

Médico diz que o bebê não resistiu no parto, mas depois, a mãe percebe o erro fatal da enfermeira

Conheça a história de Brooke.

Médico diz que o bebê não resistiu no parto, mas depois, a mãe percebe o erro fatal da enfermeira
Conheça a história de Brooke.
Mundo

Chris Wachtel Publicou - dom 7, outubro de 2018 às 04h10

Por Chris Wachtel dom 7, outubro de 2018 - 04h10
Mundo

Trazer uma criança ao mundo é uma dádiva para muitos casais. O momento do parto, apesar de ser doloroso, é também uma altura de muita emoção e alegria. Mas, para Brooke Campbell, essa experiência única se tornou no pior dos seus pesadelos. Ela teve que passar pelas contrações e dores para dar à luz, mas o seu filho nasceu morto.

Agora, com o coração perdido e uma dor eterna, ela quer contar a sua história para que o que aconteceu com ela não se volte a repetir com mais nenhuma família. A jovem não deseja a tragédia daquele dia nem ao seu pior inimigo…

Loading...

Brooke é uma mãe de 27 anos de idade de Brisbane, Califórnia. No ano passado, ela e o seu marido estavam radiantes pela chegada do segundo filho.

Mas, no final de agosto de 2017, algo terrível aconteceu. Brooke sofreu uma grande hemorragia que a deixou em estado crítico. Ela perdeu 1,7 litros de sangue, algo grave pois a mulher estava na sua 36ª semana de sua gravidez.

Nessa altura, os ultrassons mostraram que o bebê que ela tinha na barriga não exibia sinais vitais… O coração de Brooke quebrou em mil pedaços. Quando ela contou para o marido, Elliot, ele também ficou devastado. As suas únicas palavras foram: “Não é possível. Isto não pode estar acontecendo.” Várias enfermeiras tiveram que ajudar o homem, que colapsou no chão.

O que deveria ter sido um dos dias mais felizes de suas vidas, foi na verdade o pior de todos. Brooke teve que passar pelo horror de dar à luz a um bebê morto. “Meu coração ficou quebrado. Olhei para a tela do ultrassom e vi o corpo sem vida do bebê dentro de mim. É uma imagem que eu nunca poderei apagar da minha mente “, disse Brooke.

Agora, Brooke, no meio de sua tristeza, quer compartilhar as fotos do seu recém-nascido falecido, na esperança de que ninguém mais tenha que passar por isso. Sim, isso foi o que mais quebrou o coração dos pais: tudo poderia ter sido evitado! Brooke sofreu uma rutura da placenta, e o desprendimento causa sangramento na mãe e impede o fornecimento de oxigénio e nutrientes para o bebê.

Testes médicos subsequentes revelaram que Brooke sofre de um transtorno de coagulação genética incomum, chamado Fator V de Leiden. Um simples exame de sangue poderia ter detetado esse problema sem muita dificuldade, então Brooke quer avisar todas as mães para pedirem esse teste durante a gravidez. Infelizmente, nenhuma enfermeira nem nenhum médico avisou a mulher.

Apesar do sofrimento, Brooke está usando a morte do filho para salvar os outros bebês. Ajude a compartilhar a mensagem da mãe para podermos salvar outras pequenas vidas!

   

Loading...